Wikia

Wiki As Crônicas de Nárnia

Susana Pevensie

Discussão0
22 pages em
Este wiki
Susana -PG.png
2365085062 d61c86d70c.jpg


Susana Pevensie (1928 -?) foi a segunda dos Irmãos Pevensie (depois de Pedro ) e a mais velha das meninas. Ela também é conhecida como a rainha Susana, a Gentil. Ela era inteligente, o suficiente para ser teimosa. Ela viveu em Nárnia na Era de Ouro, após o fim do reinado da Feiticeira Branca.

Susana também foi conhecida por sua grande beleza e suas habilidades de arco e flecha. Ela era obstinada, talentosa e inteligente. Durante a Idade de Ouro , foi cortejada por muitos príncipes de países vizinhos, incluindo o príncipe Rabadash de Calormânia . Após a sua segunda visita a Nárnia, ela foi informada de que nunca mais voltaria.

Durante esta última visita, havia alguns indícios de que Susana estava tendo dificuldades em acreditar em Nárnia, e por isso em A Última Batalha ela continuou viva na terra.

BiografiaEditar

InfânciaEditar

Quando ela tinha dois anos, em 1930, seu irmão Edmundo nasceu, e com quatro anos, em 1932, sua irmã mais nova, Lúcia nasceu. Em 1940, quando Susana tinha doze anos, a Segunda Guerra Mundial começou. A mãe deles os enviou para o campo, tentando tira-los dos bombardeios alemães sobre Londres. Susana e seus irmãos foram enviados para uma mansão com um velho, Professor Digory Kirke . Depois de várias semanas lá, Lúcia começou a alegar que havia visitado uma terra mágica dentro de um guarda-roupa.

A Rebelião do InvernoEditar

Certo dia, precisaram se esconder dentro do guarda-roupa, os quatro irmãos descobriram que Nárnia, a terra que Lúcia tanto falava, realmente existia. Lúcia os levou para conhecerem o Sr. Tumnus, um fauno, que ela tinha

Pevensies in winter.jpg

amizade. Mas ao chegarem a sua casa, eles descobriram que Tumnus foi preso por manter contato com humanos. As quatro crianças, em seguida, foram atraídas por um pássaro que os levou pela floresta até um castor. O castor disse-lhes que o Sr. Tumnus foi preso pela "rainha" de Nárnia, a Feiticeira Branca, que havia declarado ilegal o contato com humanos. Ele também explicou que, segundo uma profecia, os quatro irmãos Pevensie serão os próprios reis e rainhas de Nárnia. Pedro os traiu neste momentio, ele foi escondido para o castelo da Feiticeira. Agora os irmãos teriam que ir para o acampamento de guerra se encontrar com Aslan, o verdadeiro rei de Nárnia e a única salvação para Edmundo. Partiram para se juntar ao exército de Nárnia, que já se preparava para lutar pela libertação. O exército estava reunido perto de um local antigo e mágico conhecido como a Mesa de Pedra, e era liderado por Aslan.

Pevensies narnia winter-2.jpg

Durante a jornada eles se encontraram com o Pai Natal, que deu a cada um deles presentes para reconhecer a sua vinda. Susana recebeu um arco e flechas, juntamente com uma Trompa mágica, para soprar por ajuda em tempos difíceis. Logo após o Pai Natal ir embora, Pedro, Susana, Lúcia e os castores continuaram a sua jornada. Chegaram a Mesa de Pedra a tempo de se apresentarem a Aslan. Após a apresentação, as novas princesas Susana e Lúcia foram atacadas por lobos enviados pela Feiticeira Branca. Com a trompa Susana chamou Pedro, Aslan, e vários soldados para resgatá-la. Imediatamente depois de salvar suas irmãs, Pedro foi feito um cavaleiro. Um grupo de resgate seguiu um lobo que sobreviveu, e encontraram Edmundo.

Na manhã seguinte, um grupo de resgate retornou do acampamento da Feiticeira, trazendo Edmundo com eles. Ele estava arrependido de sua traição, e todos os quatro imediatamente aceitaram as desculpas. Nesse mesmo dia, a Feiticeira visitou acampamento de Aslan, com a intenção de ter Edmundo como prisioneiro. Após a realização de uma reunião em particular, ela renunciou à sua reivindicação e partiu. Após isto Susana observou que Aslan parecia estar muito triste. Naquela mesma noite, Susana, juntamente com Lúcia, seguiu Aslan tentando consola-lo. Partiu mais tarde e foi até a Mesa de Pedra, onde Susana e Lúcia viram a Feiticeira e seu exército de espera. Eles observaram secretamente Aslan se entregar ao inimigo, ele foi torturado e morto na mesa de Pedra. Após o exército ir embora, as duas ficaram junto do corpo de Aslan, chorando e libertando-o das cordas.

Ao amanhecer, após saírem de cima da mesa para se juntarem a guerra, se surpreenderam com um barulho muito alto, e ao virarem viram a mesa quebrada ao meio já sem o corpo de Aslan em cima. Momentos depois, ele reapareceu e alegremente declarou-lhes que tinha sido trazido de volta pela Magia Negra para viver

Susan and lucy with tumnus in the courtyard.jpg
novamente, porque um inocente que se sacrificasse morre por um traidor seria ressuscitado. Aslan, em seguida, levou as meninas nas costas até o castelo da Feiticeira Branca, a fim de libertar as criaturas que foram transformadas em pedras.

Os Narnianos libertos foram juntos com Aslan, Lúcia e Susana até o Beruna, participarem da Batalha ao lado de Pedro, Edmundo, e o exército Narniano contra a Feiticeira e seu exército. Susana lutou brevemente nos últimos momentos desta batalha. Após a guerra e a vitória é de Nárnia, os narnianos viajaram para o leste, para o castelo de Cair Paravel, onde Susana foi coroada por Aslan como "Rainha Susana, a gentil" alguns dias mais tarde. Isso aconteceu em 1000 TN (Tempo em Nárnia). Ela e seus irmãos compartilhavam a monarquia, e permaneceram no poder durante quinze anos, quando voltaram para a terra e desapareceram de Nárnia.

Idade de Ouro de Nárnia

A Idade de Ouro de Nárnia, foi como ficou conhecido os 15 anos de reinado dos Pevensie. Em 1014, Rabadash, um príncipe de Calormânia, fez uma proposta de casamento para Susana. Ela e Edmundo juntos visitaram Rabadash para considerar a sua proposta. Lá descobriram que ele é orgulhoso e desagradável, que ele é orgulhoso e desagradável, perceberam também mais tarde que corriam risco de serem raptados se o pedido fosse recusado. Eles habilmente criaram um plano para fugir da cidade, e embarcaram de volta para Cair Paravel. Após chegarem foram informados de que um Rabadash enfurecido estava marchando para atacar seus aliados, o Reino de Arquelândia. Edmundo, agora crescido e um guerreiro habilidoso, marchou para a cidade de Anvard com Lúcia e um exército para lutar contra Rabadash. Susana ficou em Nárnia para governar na ausência de Edmundo e Lúcia.

Algum tempo deposi, a notícia de que o Veado Branco havia sido avistado, chegou aos quatro irmãos. A lenda do veado era que aqueles que o capturasse teria todos os seus desejos. Então os quatro Pevensie começaram a caça-lo. Na caçada, Lúcia se depararou com um poste, que trouxe de volta memórias de sua antiga vida antes de estar em Nárnia. Eles seguiram o caminho para a porta do Guarda-Roupa e foram levados de volta para a Inglaterra.

1940-1941

Susan chesspeice cair paravel.jpg

Ao voltarem para a Inglaterra, descobriram que por efeitos da magia, a sua ausência de quinze anos não havia tomado nenhuma hora na terra. Contaram apenas ao velho professor com quem estavam hospedados, que acreditavam em Nárnia, o professor, revelou que ele tinha visitado Nárnia. Naquele outono, Susana voltou para o colégio interno, ainda como uma menina de doze anos de idade. Em uma manhã, foram chamados para Nárnia novamente, e dessa vez o "portal" foi uma estação de trem.

Guerra da LibertaçãoEditar

Os quatro chegaram em uma floresta em uma ilha desconhecida. Após a exploração, eles encontraram as ruínas de um castelo antigo. Naquela noite, enquanto seus irmãos estavam indo dormir, Susana encontrou bem perto do castelo, uma peça de xadrez dourada. Reconhecendo como uma peça de xadrez do seu reinado, as crianças concluíram que eles haviam retornado para Narnia, e eram de fato sobre as ruínas de sua antiga casa, Cair Paravel. Para provar sua teoria, eles descobriram a Sala do Tesouro do castelo, pegaram armas e roupas. Enquanto procurava por seu arco, Susana descobriu que ela tinha perdido a trompa mágica na floresta durante a sua caça ao veado branco. No dia seguinte, os quatro se apoderaram de dois soldados estrangeiros que tentavam afogar um anão. Imediatamente Susana soltou duas flechas, assustando os soldados. Ela e Pedro mergulharam na água para resgatar o anão e o barco. Depois de trazê-lo para a terra, perguntaram ao anão sobre o ano em que Nárnia estava. O anão revelou-lhes que por magia, 1300 anos haviam se passado em Nárnia, sendo então o ano de Nárnia, 2303.

Susan's horn.jpg
O anão explicou que os narnianos estavam em guerra contra os telmarinos por um príncipe chamado Cáspian. Caspian tinha a trompa mágica de Susana e havia soprado para convocar os quatro reis e rainhas de volta a Nárnia para ajudá-lo na guerra. Um anão, chamado Trumpkin , foi enviado como olheiro leva-los até o Príncipe.

Depois de provar a sua identidade e valor em uma série de competições e testes (incluindo um concurso de arco e flecha entre Trumpkin e Susana, em que Susan foi o vencedor), os Pevensie foram conduzidos por Trumpkin para Caspian. O grupo se perdeu várias vezes, mesmo depois de Lúcia dizer que recebeu orientações de Aslan sobre o caminho tinham que pecorrer, Seus irmãos ignoraram o seu conselho, e após uma série de perigos, foram forçados a ir do jeito que ela aconselhou. Susana finalmente admitiu a Lúcia que ela também podia ver Aslan os guiando. Ele a repreendeu por sua incredulidade, mas rapidamente perdoou depois que ela expressou arrependimento.

Os quatro chegaram ao campo de Caspian, o antigo local da Mesa de Pedra, onde eles se separaram. Aslan, Susana e Lúcia foram acordar os Espíritos da Floresta e trazê-los para a guerra. Depois de despertar as florestas, mensageiros entraram na cidade de Beruna e convenceram alguns dos seus habitantes a participarem da Guerra. Pouco tempo depois, Susana testemunhou a Segunda Batalha de Beruna, de longe, embora ela não tenha participado.

No final da batalha, os telmarinos se renderam para os narnianos. Depois de se encontrar com Aslan e as duas rainhas, Caspian foi feito um cavaleiro. Poucos dias depois, Aslan chamou Pedro, e Susana para uma reunião privada, onde ele lhes disse que eles nunca mais voltariam a Nárnia. Em uma assembléia pública mais tarde naquele dia, ele permitiu que muitos dos Telmarines escolhessem viver na Terra. Susana e Pedro levaram seus irmãos e telmarinos através de um portal mágico para à Terra.

1941-1949

Os irmãos novamente constataram que o tempo passou na Terra, e, consequentemente, voltaram para suas respectivas escolas. Um ano após seu retorno da segunda visita a Nárnia, Susana foi em uma viagem com seus pais para os Estados Unidos no o verão de 1942.

Susana presumivelmente terminaou o ensino secundário em 1945. Durante esses anos, ela começou a perder a fé cada vez mais em mága, depois negando que Narnia já tinha existido. Ela disse a seus irmãos que tudo tinha sido uma brincadeira, e se recusou a acreditar neles, ou em Aslan. Houve algum desentendimento entre ela e os outros viajantes Nárnia devido a isso, mas seus irmãos pareciam respeitar sua decisão.

Em 1949, quando Susan tinha 21, sua família inteira, (junto com seu primo Eustáqui Mísero e vários amigos da família) foi morta em um acidente de trem. A de Susana após o acontecimento é desconhecida.

PersonagemEditar

Susan é fiel ao seu papel de irmã mais velha. Ela é prática, maternal e mandona. Ela muitas vezes pode ser egoísta, e como ela envelhece parece crescer mais medrosa e teimosa. Sua natureza prática muitas vezes a impede de acreditar imediatamente na magia ou no superatural e, eventualmente, acaba com a sua fé em Nárnia.

Outra característica forte é a sua gentileza. Embora Susana lutequando necessário, ela é mais conhecida por sua preferência por clemência sobre derramamento de sangue.

Como rainha de Nárnia, Susana tornou-se o melhor de si. Ela era inteligente e fiel, e também diplomática e generosa. Quando ela percebe que está no erro, geralmente, fica muito triste.

Habilidades

Tiro com arco:Editar

Susana é uma arqueira talentosa, apenas parcialmente devido ao seu arco mágico. Ela hesita em matar, apesar de seu objetivo poder ser mortal.

Annapopplewell NETchroniclesofnarniaprincecaspian 007.jpg

Natação:Editar

Susana também é uma nadadora talentosa, ganhou prêmios de esporte na escola. Ela usa suas habilidades para salvar o anão Trumpkin do afogamento.

Política:Editar

Como rainha, Susana também é bastante um diplomata, sempre quer a melhoria de seu país e nas negociações estrangeiras.

Aparência

Susana é descrita como alta e graciosa, com longos cabelos negros caindo aos seus pés. Ela tem muitos pretendentes, a prova da sua beleza. Mesmo na Inglaterra, Susana é considerada muito bonita. Quando atinge a idade adulta, é conhecida por sempre usar roupas que estão na moda.

FilmesEditar

ApariçõesEditar

  • O Leão, a Feiticeira eo Guarda-Roupa - Livro
  • Príncipe Caspian: O Retorno a Nárnia - Livro
  • A Viagem do Peregrino da Alvorada - Livro (Somente é mencionada)
  • O Cavalo e seu Menino - Livro
  • A Última Batalha - Livro (Somente é mencionada)
  • O Leão, a Feiticeira eo Guarda-Roupa - Filme 1988
  • Príncipe Caspian e A Viagem do Peregrino da Alvorada - Filme 1989
  • O Leão, a Feiticeira eo Guarda-Roupa - Filme 2005
  • Príncipe Caspian - Filme 2008

Fontes:Editar

http://narnia.wikia.com/wiki/Susan_Pevensie (Inglês)

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória